Teatro Sá da Bandeira

Construção do início do século XX, este edifício tornou-se, à época, numa das principais referências culturais da cidade. A marca do romantismo tardio manifesta-se na decoração neo-barroca, adaptada às inovações estilísticas das primeiras salas de cinema do país, anteriores à art deco. O hibridismo da fachada, característico da arquitetura romântica, apresenta uma profusão de elementos decorativos de varias origens formais, utilizados desde os finais do século XIX e as primeiras décadas do século XX.

Rua João Afonso nº 7, 2000-074 Santarém
243 309 460 | teatrosabandeira@cm-santarem.pt
3ª a sexta das 11h00 às 14h00 | Encerra domingo, segunda e feriados

Nota: Nos espetáculos a realizar em horário de encerramento, a bilheteira abre 1 hora antes.

INFORMAÇÕES, BILHETEIRA, BILHETEIRA ONLINE E RESERVAS
Informação e reservas através do teatrosabandeira@cm-santarem.pt e pelo telefone 243 309 460.
O horário da bilheteira é o horário do espaço do evento, que pode consultar na página de contactos desta agenda. Em dias de espectáculos ou eventos, abre 2 horas antes do espectáculo ou evento, encerrando meia hora após o início. Nos 30 minutos que antecedem os espectáculos apenas se vendem bilhetes para os mesmos.
Poderá adquirir também adquirir os seus bilhetes sem ter de se deslocar à bilheteira na Bol – Bilheteira Online (www.bol.pt) e nas Lojas Worten, Fnac e CTT.

CONDIÇÕES DE ACESSO
A acessibilidade está assegurada, bem como a assistência a pessoas com mobilidade reduzida, no Teatro Sá da Bandeira. Nos restantes equipamentos, devem ser consultados previamente, consoante a tipologia de evento.


Caso pretenda, poderá efetuar o download do Rider Técnico do Teatro Sá da Bandeira, em documento no formato .pdf.

  DOWNLOAD



 Ver mapa  Obter Direções
PRÓXIMOS EVENTOS
Sex, 04 Dez
20:00

Teatro Sá da Bandeira


Música/Cinema/Audiovisual Cineconcerto “Surdina” de Rodrigo Areias com música ao vivo de Tó Trips
LER MAIS
Cineconcerto “Surdina” de Rodrigo Areias

Num espaço rural, um velho homem recebe a notícia de que a sua falecida mulher foi vista a fazer compras na feira.

Revoltado, pretende esconder-se de todos, despeitado e triste, mas os seus amigos insistem para que não dê ouvidos ao povo e aproveite tal facto para se fortalecer e, quem sabe, casar-se de novo.

Esta é uma história da delicadeza de se ser velho, do que resta ainda para sonhar e para amar quando a idade avança significativamente e o corpo se enfraquece. Num Portugal antigo e recôndito, que afinal existe, apesar de tudo quanto façamos para nos modernizarmos.

Em colaboração com o Cineclube de Santarém

Cineconcerto | Classificação Etária M/12 | Duração 01h20 | Preço 7€ (verificar descontos) | Horário de bilheteira Terça a Sexta-feira 11h – 14h | A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Sex, 04 dez às 20h00

Local Teatro Sá da Bandeira

Normas COVID-19

Uso obrigatório de máscara | Desinfeção das mãos à entrada | Respeitar o distanciamento social | Respeitar os circuitos de circulação | Atribuição de lugar por ordem de chegada | Obrigatoriedade de preenchimento do consentimento informado no local | Não é permitida a entrada de público após o início do espetáculo | No final do espetáculo permaneça sentado no seu lugar

Bilhetes à venda no TSB, na BOL, na Worten, na FNAC e nos CTT
Qua, 09 Dez
20:00

Teatro Sá da Bandeira


Cinema/Audiovisual PULP: UM FILME SOBRE A VIDA, MORTE E SUPERMERCADOS “A Música no Cinema”
LER MAIS
PULP: UM FILME SOBRE A VIDA, MORTE E SUPERMERCADOS

Em 1978, com apenas 15 anos, Jarvis Cocker formou uma banda na cidade inglesa de Sheffield. Caracterizada pela mistura de pop-rock e influenciada pela sonoridade disco, a música do grupo que viria a ser conhecido como Pulp foi aplaudida por milhares de fãs ao logo das décadas de 1980/90. Em 2011, depois de uma pausa de dez anos, os Pulp regressaram aos palcos com um actuação no festival Primavera Sound Festival, em Barcelona com a sua formação mais marcante: além de Cocker, Mark Webber, Nick Banks, Candida Doyle, Steve Mackey e Russell Senior. Quando, um ano depois, voltam à sua terra natal para um derradeiro concerto, o realizador Florian Habicht decide seguir o seu percurso, criando um documentário peculiar onde cruza testemunhos de cada um dos elementos da banda com várias considerações de habitantes anónimos de Sheffield.

Título original: Pulp | De: Florian Habicht

Cinema | Documentário | M/12 | Outros dados: GB, 2014, Cores | 90 min. | 5€/2,5€ sócios Cineclube

Qua, 9 dezembro às 20h00

Local: Teatro Sá da Bandeira

Normas COVID-19

Uso obrigatório de máscara | Desinfeção das mãos à entrada | Respeitar o distanciamento social | Respeitar os circuitos de circulação | Atribuição de lugar por ordem de chegada | Obrigatoriedade de preenchimento do consentimento informado no local | Não é permitida a entrada de público após o início do espetáculo | No final do espetáculo permaneça sentado no seu lugar
Sáb, 12 Dez
19:00

Teatro Sá da Bandeira


Música Aqui está-se sossegado Camané & Mário Laginha
LER MAIS
Aqui está-se sossegado

Camané e Mário Laginha não são estranhos. Já deram vários concertos juntos. Do excelente entendimento sentido nessas colaborações esporádicas, resultou agora o inevitável aprofundamento dessa simbiose: "Aqui está-se sossegado" é um novo projeto pensado de raiz para dar mais brilho a uma voz e a um piano que se descobriram cúmplices desde a primeira vez que encheram um palco.

Ficha Técnica

Voz Camané | Piano Mário Laginha

Música | Classificação Etária M/6 | Duração 01h15 | Preço 12,5€ (verificar descontos) | | Horário de bilheteira Terça a Sexta-feira 11h – 14h | A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Sáb, 12 dez às 19h00

Local Teatro Sá da Bandeira

Normas COVID-19

Uso obrigatório de máscara | Desinfeção das mãos à entrada | Respeitar o distanciamento social | Respeitar os circuitos de circulação | Atribuição de lugar por ordem de chegada | Obrigatoriedade de preenchimento do consentimento informado no local | Não é permitida a entrada de público após o início do espetáculo | No final do espetáculo permaneça sentado no seu lugar

Bilhetes à venda no TSB, na BOL, na Worten, na FNAC e nos CTT
Sex, 18 Dez
19:30

Teatro Sá da Bandeira


Música Ópera O Barbeiro de Sevilha De G. Rossini
LER MAIS
Ópera O Barbeiro de Sevilha

A história é em Sevilha e a personagem central, o Figaro. Quem não cantarolou o Figaro cá, Figaro lá? Este barbeiro sabe todas as histórias da cidade e vai fazendo mexericos, só cria confusão. Quando aparece um jovem Conde, rico e quer namoriscar a pupila do velho médico, a Rosina, o Figaro encarrega-se logo de arranjar um plano para o Conde conseguir o seu objetivo. O Dr. Bartolo, o tutor, anda também apaixonado e quer casar com ela. Isto cria um empecilho ao Figaro e uma intriga muito cómica. Nada é simples nesta história pois há uma empregada, Berta, muito resmungona que se mete em tudo. Ah! e também um empregado que ajuda o Conde nesta sedução. Por cima há um prof. de música, Basilio, que vai fazendo coisas só de morrer a rir. Claro que a história tem um final feliz para o Conde que consegue casar com a Rosina para tristeza do Dr. Bartolo.

Ficha Técnica

Direção Artística Élio Oliveira | Encenação e Direção Musical Sílvia Mateus | Piano Francisco Sassetti | Interpretação:

Conde de Almaviva – Fernando Guimarães

  Rosina – Rafaela Albuquerque Faria

Figaro – Tiago Amado Gomes

Bartolo – Armando Possante

Basilio – Miguel Maduro-Dias

Berta – Marina Pacheco

Fiorello – Simão Nobre

Música | Classificação Etária M/6 | Duração 02h30| Preço 10€ (verificar descontos) | Horário de bilheteira Terça a Sexta-feira 11h – 14h | A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Sex, 18 dez às 19h30

Local Teatro Sá da Bandeira

Normas COVID-19

Uso obrigatório de máscara | Desinfeção das mãos à entrada | Respeitar o distanciamento social | Respeitar os circuitos de circulação | Atribuição de lugar por ordem de chegada | Obrigatoriedade de preenchimento do consentimento informado no local | Não é permitida a entrada de público após o início do espetáculo | No final do espetáculo permaneça sentado no seu lugar

Bilhetes à venda no TSB, na BOL, na Worten, na FNAC e nos CTT