Qua, 09 Mar
18:00
a Sex, 30 Dez 2022
17:30

Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil


Exposição Chão de duas pátrias Exposição Permanente
LER MAIS
Chão de duas pátrias

A exposição patente na Casa do Brasil, e que ocupará, em regime de permanência, o piso térreo do edifício, procura revisitar a problemática do lugar de Santarém no contexto da expansão ultramarina e da diáspora, com enfoque especial, naturalmente, para o Brasil, invocado através de cartografia, iconografia e objetos etnográficos. Pedro Álvares Cabral, o patrono deste ‘chão’, terá uma breve abordagem biográfica, esclarecendo-se ainda a sua ligação, na vida e na morte, à vila de Santarém. Assim, procura-se clarificar a polémica questão da «casa de Cabral», enquadrando-a devidamente na tessitura urbana e apresentando algum do espólio arqueológico proveniente da escavação realizada aquando das obras de requalificação do espaço, em 1999. Com o mesmo objetivo, sublinhar-se-á a importância da sepultura do descobridor na Igreja da Graça, traçando uma breve história das diversas fases pelas quais passou a sua capela.

Exposição na Casa do Brasil

Inauguração 9 de março 2022 pelas 18h00

Horário: terça a sábado 9:00 – 12:30 e das 14:00 – 17:30

Normas COVID-19

De acordo com a Resolução do Conselho de Ministros 25-A/2022, de 18 de Fevereiro, é obrigatório o uso de máscara durante todo o tempo de permanência nas instalações
Sex, 01 Abr
9:30
a Qui, 30 Jun 2022
18:00

Biblioteca Municipal de Santarém/Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire


Exposição Falam documentos de outras eras… Exposição
LER MAIS
Falam documentos de outras eras…

“Falam documentos de outras eras…” Divulgação de documentos curiosos do Arquivo Histórico Municipal - Mapa demonstrativo da força do Exército Libertador (31 de dezembro 1833) – Guerras Liberais.

Exposição | 1 abr a 30 jun |Seg a sexta-feira das 9h30 às 18h00 | Biblioteca Municipal de Santarém

Local: Biblioteca Municipal de Santarém
Seg, 02 maio
9:30
a Ter, 31 maio 2022
18:00

Biblioteca Municipal de Santarém/Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire


Exposição Dia da Europa – 9 de maio Exposição Bibliográfica Comemorativa
LER MAIS
Dia da Europa – 9 de maio

Exposição Bibliográfica Comemorativa do “Dia da Europa – 9 de maio”

1 a 31 mai

Seg a sexta-feira das 9h30 às 18h00

Biblioteca Municipal de Santarém
Sáb, 07 maio
10:00
a Sáb, 28 maio 2022
13:00

Fórum Actor Mário Viegas / Centro Cultural Regional de Santarém


Exposição Esses Azuis, Mário! – Galeria para seis, Mesa para sete Curadoria de António Amaral
LER MAIS
Esses Azuis, Mário! – Galeria para seis, Mesa para sete

“Esses Azuis, Mário! – Galeria para seis, Mesa para sete”

Curadoria de António Amaral

Exposição coletiva dos artistas Mário Rodrigues, Mário Tropa, José Catrola, Fernando Veríssimo, Carlos Amado e Xavier Correia, com a curadoria de António Amaral.

Mais informações: centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Exposição

7 a 28 mai

segunda a sexta-feira - das 15h00 às 19h00 | sábado – das 10h00 às 13h00

Fórum Actor Mário Viegas
Sáb, 07 maio
10:00
a Sáb, 25 Jun 2022
12:00

Fórum Actor Mário Viegas / Centro Cultural Regional de Santarém


Workshop Workshop Paisagem Pelos Pintores André Esteves e André Gomes
LER MAIS
Workshop Paisagem

Workshop Paisagem

Pelos Pintores André Esteves e André Gomes

Formação com módulos de Desenho, Urban Sketch e Pintura.

Formadores Pintores André Esteves e André Gomes

Preço Inscrições 1 pessoa - 50€; 2 pessoas do mesmo agregado familiar - 80€ | Nº de Participantes 15

Data limite de inscrição 4 de maio de 2022

Mais informações centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Todos os Sáb, 7 mai a 25 jun das 10h00 às 12h00

Fórum Actor Mário Viegas
Sáb, 28 maio
10:00

Círculo Cultural Scalabitano


Artes Plásticas Dia Mundial do Brincar Comemoração
LER MAIS
Dia Mundial do Brincar

Comemoração do Dia Mundial do Brincar com pinturas faciais e outras atividades, em colaboração com a ESES e Ponto com Pinta.

Uma organização: DAALL – Departamento de Atividades de Ar Livre e Lazer do CCS e NIJ - Núcleo para a Infância e juventude do CCS - Círculo Cultural Scalabitano

Multidisciplinar

Sáb, 28 mai das 10h00 às 12h30

Círculo Cultural Scalabitano
Sáb, 28 maio
10:30

Sala de Leitura Bernardo Santareno


Literatura/Publicação/Leituras As escolhas que fazemos Apresentação do livro de Madalena Gomes Rosa
LER MAIS
As escolhas que fazemos

Apresentação do livro “As escolhas que fazemos” de Madalena Gomes Rosa

Literatura

Sáb, 28 mai às 10h30

Sala de Leitura Bernardo Santareno
Sáb, 28 maio
11:30

Círculo Cultural Scalabitano


Teatro Histórias de Sonho Por Sofia Vieira
LER MAIS
Histórias de Sonho

Histórias de Sonho Por Sofia Vieira

Por Aqui Há Gato irá levar-nos por histórias de encantar, muito divertidas, contadas com muita emoção por Sofia Vieira.

Uma organização: Aqui Há Gato - Círculo Cultural Scalabitano

Histórias

Sáb, 28 mai às 11h30

Teatro Taborda
Sáb, 28 maio
16:00

Igreja Santa Clara


Música V Maio Jovem Encontro de Coros de Jovens
LER MAIS
V Maio Jovem

Encontro de quatro coros de jovens oriundos de diversos pontos do país, a convite do Conservatório de Música de Santarém, para uma partilha de interpretação de peças corais do repertório de cada coro e execução de uma peça coral em comum.

Música | Duração 02h00 | Preço entrada gratuita

Mais Informações: Tel.: 915 335 478 | Email: info.conservatoriosantarem@gmail.com

Uma organização: Conservatório de Música de Santarém

Sáb, 28 mai às 16h00

Igreja de Santa Clara
Sáb, 28 maio
16:00

Casa Madre Luiza Andaluz


Literatura/Publicação/Leituras Correspondência expedida a várias pessoas Lançamento de livro
LER MAIS
Correspondência expedida a várias pessoas

Este livro reúne a correspondência de Luiza Andaluz (Santarém, 1877 – Lisboa, 1973) com diferentes pessoas: familiares, sociedade civil, religiosos e até com o Papa. É o 4º livro de um conjunto de seis publicações com textos inéditos desta mulher escalabitana, fundadora da Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima, editados pela Lucerna.

Mais Informações: www.lacc.pt

Uma organização: Luiza Andaluz Centro de Conhecimento; Lucerna

Literatura

Sáb, 28 mai às 16h00

Auditório da Casa Madre Luiza Andaluz
Sáb, 28 maio
21:30

Teatro Sá da Bandeira


Música CORDIS REFLEXO com Quarteto Arabesco e Dança contemporânea
LER MAIS
CORDIS REFLEXO

Este espetáculo apresenta ao público as mais recentes composições originais do álbum REFLEXO de CORDIS, que aprofunda um percurso de recriação da música de Coimbra. CORDIS Reflexo com Quarteto Arabesco e Dança contemporânea convida o espectador a renovar a sua perspetiva sobre a música de Coimbra. Para isso concorrem as sonoridades inovadoras potenciadas pela junção do piano e da guitarra portuguesa à excelência das cordas do Quarteto Arabesco, bem como a interpretação corporal proporcionada pela dança contemporânea. Paula Fidalgo desenvolveu um trabalho coreográfico original sobre as novas peças de Reflexo e também para obras de compositores clássicos da guitarra portuguesa, como Artur e Carlos Paredes ou António Portugal. As jovens e talentosas bailarinas – Beatriz Pereira da Silva e Matilde Néri – exibem coreografias em duetos e a solo, do neoclássico ao contemporâneo, que exploram a expressividade dos temas musicais e da paisagem coimbrã, revisitando o imaginário coletivo.

Tendo como um dos grandes objetivos elevar e promover a cultura e tradições de grande expressividade em Coimbra, CORDIS Reflexo encerra uma dinâmica original que une a música e a dança, numa abordagem imersiva e inovadora da música de guitarra de Coimbra reinventada.

O CORDIS nasce em 2005, fruto de um feliz encontro entre o piano de Paulo Figueiredo e a guitarra portuguesa de Bruno Costa.

Depois do primeiro álbum editado em 2008 (CORDIS piano & guitarra portuguesa) e de outro lançado em 2011 (CORDIS2) - ambos com versões originais de obras de reconhecidos compositores de guitarra de Coimbra -, o CORDIS resolve editar um pack triplo (2013) com a filmagem de um concerto ao vivo com diversos convidados e o 1º e 2º discos do grupo. Em 2015, chega TERCEIRO, um álbum exclusivamente de originais, acompanhados pelo quarteto de cordas Arabesco. Depois de muitos concertos ao vivo, com a satisfação e orgulho num trabalho ainda mais original, o CORDIS apresenta, em 2020, um novo disco de originais, na linha do Terceiro, com piano, guitarra portuguesa e quarteto de cordas. É este trabalho, REFLEXO, que Paulo Figueiredo – piano - e Bruno Costa - guitarra portuguesa - apresentam neste novo concerto.

REFLEXO – disco ANTENA1 - é, assim, o resultado de 15 anos de experiências e lugares, palcos e pessoas que moldaram o que é o CORDIS na atualidade.

Projeto cofinanciado pelo COMPETE 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Ficha Artística

CORDIS: Paulo Figueiredo – piano e arranjos de cordas | Bruno Costa – guitarra portuguesa |Quarteto Arabesco: Denys Stetsenko – 1º violino | Raquel Cravino – 2º violino | Lúcio Studer – viola d’arco | Ana Raquel Pinheiro – violoncelo

Dança: Beatriz Pereira da Silva – bailarina | Matilde Néri – bailarina | Paula Fidalgo – coreógrafa/ensaiadora

Vídeos: P2Produções | Rita Figueiredo | Songbook Produções

Produção executiva: Songbook Produções

Ficha Técnica: João Cebolas – técnico de som | Marco Dias – técnico de luz | Comunicação – Rita Figueiredo

Música | Classificação Etária M/6 | Duração 01h30 | Preço 10€ (verificar descontos)

Bilhetes à venda na BOL, nas lojas Worten, FNAC, CTT e no TSB

Sáb, 28 maio às 21h30

Local: Teatro Sá da Bandeira
Sáb, 28 maio
21:30

Fórum Actor Mário Viegas / Centro Cultural Regional de Santarém


Música Noite de Fados Fórum Actor Mário Viegas
LER MAIS
Noite de Fados

Noite de Fados

Ficha Artística

Guitarra Portuguesa Jorge Silva | Viola de Fado Gilberto Silva | Fadistas Manuel Carriço, Ana Paula Santos e Manuel José Duarte

Mais informações: centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Preço 10€ sócios e 12,5€ não sócios

Música

Sáb, 28 mai às 21h30

Fórum Actor Mário Viegas
Dom, 29 maio
16:00

Círculo Cultural Scalabitano


Teatro Quem és tu Alice? | Cancelado Adaptação e Direção Fernanda Narciso e João Madeira
LER MAIS
Quem és tu Alice? | Cancelado

..."se eu pudesse, no meu mundo tudo mexia, parava o tempo nos momentos mais engraçados da nossa vida. As pessoas tinham bocas grandes para beijarem, tinham os braços muito compridos para abraçar os amigos..." QUEM ÉS TU?

...Alice

O Veto Teatro Oficina leva a cena uma adaptação de Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll.

Ficha Artística

Adaptação e Direção Fernanda Narciso e João Madeira

Uma organização: Círculo Cultural Scalabitano

Teatro

Dom, 29 mai

16h00

Teatro Taborda
Qua, 01 Jun
9:30
a Qui, 30 Jun 2022
18:00

Biblioteca Municipal de Santarém/Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire


Literatura/Publicação/Leituras José Saramago. Aniversário da morte (18 junho 2010) Exposição Bibliográfica
LER MAIS
José Saramago. Aniversário da morte (18 junho 2010)

José Saramago. Aniversário da morte (18 junho 2010)

Exposição Bibliográfica

Literatura

1 a 30 jun

Seg a sex das 09h30 às 18h00

Biblioteca Municipal de Santarém
Qua, 01 Jun
10:30

Teatro Sá da Bandeira


10h30 - prioridade público escolar | 14h30 - prioridade público escolar
Teatro O Convidador de Pirilampos de António Jorge Gonçalves
LER MAIS
O Convidador de Pirilampos

Como é que as imagens de um livro podem ganhar vida num palco? O Convidador de Pirilampos começou por existir nas palavras do escritor angolano Ondjaki e nos desenhos do ilustrador, cartoonista e performer visual António Jorge Gonçalves. Juntos, já nos haviam oferecido o livro Uma Escuridão Bonita, título que encontra um eco em O Convidador de Pirilampos, história, também ela, “sem luz elétrica”, vizinha dos mistérios da natureza e do humano, da luz e da noite, do medo e do espanto.

Agora, e num palco perto de nós, vamos ver e ouvir um menino que gostava de passear na Floresta Grande, “mesmo quando já fazia quase-escuro”. É um menino muito curioso, que gosta de cientistar coisas, verbo que designa o que os cientistas e os inventores e as crianças fazem: cientistam as coisas, os animais, o mundo. Este menino inventou, por exemplo, um “aumentador de caminhos” e um “convidador de pirilampos”. E, de caminho, vai aprender a ser amigo do escuro.

Com encenação de António Jorge Gonçalves, que também desenha ao vivo, este espetáculo é narrado pela atriz Cláudia Semedo, acompanhada pelo clarinetista José Conde e pelas imagens em retroprojetor de Paula Delecave. Um sonho sonhado em palavras, imagens e sons, num palco coberto por uma escuridão assustadora e bonita.

Biografias

Ondjaki nasceu em Luanda em 1977. Prosador. Às vezes poeta. É membro da União dos Escritores Angolanos. Está traduzido em francês, espanhol, italiano, alemão, inglês, sérvio, sueco, swahili e polaco. Prémio Literário Sagrada Esperança 2004 (Angola) e Prémio Literário António Paulouro 2004; Grwande Prémio de Conto «Camilo Castelo Branco» C. M. de Vila Nova de Famalicão/APE 2007, com os da minha rua; Prémio FNLIJ (Brasil 2010, 2013 e 2014); prémio JABUTI (Brasil, 2010), na categoria Juvenil, com AvóDezanove e o segredo do soviético (romance); e Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância, 2012, com a bicicleta que tinha bigodes. Em 2013, com os transparentes, ganhou o Prémio José Saramago.

António Jorge Gonçalves nasceu em Lisboa. Licenciou-se em Design de Comunicação em Lisboa (Escola Superior de Belas-Artes) e fez um mestrado em Cenografia de Teatro em Londres (Slade School of Fine Art), onde foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Lecionou Espaços Performativos no Mestrado em Artes Cénicas (FSCH, Lisboa). Autor de Novelas Gráficas publicadas e expostas em Portugal, Austrália, Bélgica, Brasil, França, Macau, Espanha, Coreia do Sul, e Reino Unido. Fez cenografia para teatro trabalhando com vários encenadores. Através do Desenho Digital em Tempo Real e da manipulação de objetos em Retroprojetor de Transparências, tem protagonizado diversas ações performativas com músicos, atores e bailarinos em Portugal, França, Alemanha, EUA e Japão. Criou o projeto Subway Life, desenhando pessoas sentadas no Metro, que tem foi apresentado num website premiado, num livro editado pela Assírio & Alvim, e através de exposição em circulação pelo país. Faz semanalmente cartoon político para o Inimigo Público (jornal Público), tendo também publicado no Le Monde e Courrier Internacional, e sido premiado no World Press Cartoon. Prémio Nacional de Ilustração 2014 com o livro “Uma Escuridão Bonita” (Ondjaki).

Cláudia Semedo é atriz. Completou o Curso de Interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2001. Em 2008 ganhou os prémios atriz revelação “Bernardo Santareno” e “Porto’s África”. Em 2012 licenciou-se em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Em cinema protagonizou as curtas-metragens “Dez Beta” e “Ricochete” e integrou o elenco de “O Crime do Padre Amaro”, “As Terças de uma Bailarina Gorda” e “O Último Voo do Flamingo”. No teatro pudemos vê-la em “Navalha na Carne”, “Lisboa Invisível”, “Antes de Começar”, “Chorar para Rir”, “A Noite dos Assassinos”, “A Viagem de Pedro, o Afortunado”, “O Amor não É um fogão”, “A Bicicleta que tinha Bigodes”, “Torga”, “Macbeth”, “Eusébio – Um Hino ao Futebol”, “Elfos e Anões” entre outros. Fez parte do elenco de telenovelas, destacando “Jura”, “O jogo” e “Água de Mar”, e de séries televisivas tais como “Maternidade”, “Só gosto de ti”, “Liberdade 21”, “Panda e os Amigos”, “Aqui tão Longe”, “A Criação”. Escreveu e ilustrou os livros “Adormecer Se(m)Medo”, “Sonhar Se(m) Medo” e “Acordar Se(m)Medo”. É a autora dos “Sala de Estar”, “ConVersos” e “Fale Agora ou Cale-se para Sempre”. É a atual presidente da Companhia de Actores e diretora do Teatro Municipal Amélia Rey Colaço.

José Conde é natural de Évora. Formação: Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa; Licenciatura em Instrumentista de Orquestra na Academia Nacional Superior de Orquestra, classe professor Nuno Silva; Mestrado em Performance/Clarinete do Conservatório Real de Bruxelas, classe do professor Ronald Van Spaendonck; Mestrado Solista de Orquestra/Clarinete na Zürcher Hochschule der Künste (Universidade das Artes de Zurique), classe professor Fabio Di Càsola; Mestrado em Ensino da Música na Escola Superior de Música de Lisboa, classe do professor Manuel Jerónimo. Experiência profissional: Como instrumentista de Orquestra - colaborou com diversas orquestras tais como: Brussels Philarmonic Orchestra, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra do Sul, Orquestra de Cascais e Oeiras, Lisbon Film Orchestra, entre outras. Como docente: Ensino de Clarinete em Escola de Música com convénio com o Conservatório de Lausanne – Suíça, durante três anos, com alguns dos meus alunos premiados em concursos nacionais. Como Músico - Integra a Banda de António Zambujo desde 2008 tendo efetuado centenas de concertos por todo o mundo. Gravou com António Zambujo, Fernando Alvim; Cuca Roseta; Mayra Andrade; Adiafa; Capitão Fausto; Ala dos Namorados. Foi várias vezes premiado em concursos nacionais e internacionais destacando-se o 1º Prémio no Concurso Internacional “Marco Fiorindo” em Turim (Itália).

Paula Delecave nasceu no Rio de Janeiro. É designer, ilustradora e atriz. / Como ilustradora utiliza a colagem como linguagem e trabalhou pra revistas e edi- toras no Rio e em São Paulo. Seu trabalho na exposição Favelité (Ano do Brasil na França 2005) - mostra panorama sobre a favela na estação RER Luxembourg (Paris) - ganhou menção honrosa pela Associação de Designers Grá cos do Brasil, Bienal de Design Grá co (2008). Ilustrou o livro Que aventura ser Matilde, da Associação Pais em Rede, com texto de Rui Zink (Lisboa, 2015) e Quando João cou sem palavras, da Editora Memória Visual, texto de Ana Helena Ro a Soares (Rio de Janeiro, 2017). Atualmente naliza as ilustrações de O tapete voador, de Luiza Leite, com previsão de lançamento para o ano de 2018 no Rio de Janeiro. / Formada em teatro (Casa das Artes de Laranjeiras, Rio, 1997). Atuou como atriz, cenógrafa e assistente de direção em performances no Rio, São Paulo e Lisboa. Concluiu a pós graduação em livro infantil da Ponti cia Univ. Católica de Lisboa, 2017.

Nuno Pratas é licenciado em Sociologia (UAL) e pós-graduado em Gestão Cultural nas Cidades (INDEG/ISCTE) e em Práticas Culturais para Municípios (Universidade Nova de Lisboa). Desde 2015 é docente da cadeira de “Gestão e Produção Teatral”, no Curso de Teatro da Escola Superior de Artes e Design (Caldas da Rainha), do Instituto Politécnico de Leiria. Foi diretor de produção de espetáculos teatrais encenados por Álvaro Correia, Ana Nave, André Amálio, António Feio, António Jorge Gonçalves, Beatriz Batarda, Carlos Aladro, Claudio Hochman, Cucha Carvalheiro, Elmano Sancho, João Grosso, João Ricardo, Miguel Loureiro, Miguel Moreira, Paulo B., Teresa Sobral e Sara Gonçalves. Foi, ainda, diretor de produção do espetáculo de inauguração do Parque Temático da Madeira; do espetáculo de comemoração dos 500 anos da elevação do Funchal a Cidade; do espetáculo de celebração da realização da Cimeira Ibero-Americana e da entrada em vigor do Tratado de Lisboa; do espetáculo de celebração dos 100 anos da classificação do Castelo de S. Jorge como Monumento Nacional; do espetáculo multimédia “Lisboa, Quem És Tu?” (Castelo de S. Jorge) e das edições 2009 e 2010 do Festival Raízes do Atlântico (worldmusic - Funchal).

Ficha Técnica

Texto Ondjaki | Encenação António Jorge Gonçalves | Realização plástica António Jorge Gonçalves e Paula Delecave | Interpretação Cláudia Semedo (narradora) e José Conde (clarinete baixo e música original) | Produção executiva Nuno Pratas | Co-produção Centro Cultural Vila Flor, Teatro Nacional São João, Culturproject e São Luiz Teatro Municipal | Fotos Rui Carlos Mateus e António Jorge Gonçalves

Teatro | Classificação Etária M/6 | Duração 45m | Preço: 2€ criança; 5€ adulto | Descontos: escolas mediante escalão; famílias – gratuito para crianças se acompanhados por 2 adultos

Bilhetes à venda na BOL, nas lojas Worten, FNAC, CTT e no TSB

Qua, 1 jun

10h30 - prioridade público escolar

14h30 - prioridade público escolar

Teatro Sá da Bandeira
Qua, 01 Jun
21:00

Círculo Cultural Scalabitano


Conversas Saúde Mental na Infância Círculo Cultural Scalabitano
LER MAIS
Saúde Mental na Infância

Uma organização: NIJ - Núcleo Infância e Juventude do CCS com colaboração da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens - Círculo Cultural Scalabitano

Integrada nas Comemorações do “Dia Mundial da Criança”.

Mais Informações: 243 321 150 ou circuloscalabitano@gmail.com

Conferência | Qua, 1 jun | 21h00

Círculo Cultural Scalabitano
Qua, 01 Jun
21:30

Teatro Sá da Bandeira


Cinema/Audiovisual Petite Maman De Céline Sciamma
LER MAIS
Petite Maman

Depois da morte da avó, Nelly, de oito anos, chega com os pais à casa onde ela morava e onde a mãe passou toda a infância. Enquanto os adultos se dedicam a organizar coisas, a menina vai explorando o lugar. Na manhã seguinte, o pai explica-lhe que a mãe teve de regressar a casa e que ambos têm de ficar mais um pouco a terminar as arrumações. Nelly decide aveturar-se no bosque de que a mãe tantas vezes lhe falou, onde fica a conhecer Marion, uma menina da sua idade e extraordinariamente parecida consigo, de quem se torna inseparável.

Com assinatura de Céline Sciamma (“Bando de Raparigas”, “Retrato de Uma Rapariga em Chamas”), um filme com interpretações das irmãs Joséphine e Gabrielle Sanz, e de Margot Abascal, Nina Meurisse e Stéphane Varupenne.

Uma organização Município de Santarém em colaboração com o Cineclube de Santarém

Título original: Petite Maman | De: Céline Sciamma | Com: Joséphine Sanz, Gabrielle Sanz, Nina Meurisse, Stéphane Varupenne

Drama, Fantasia | FRA, 2021, Cores, 72 min. | M/12 | Preço 5€/2,5€ sócios cineclube; Bilhete jovem (até 30 anos): 1€; Bilhete sócio até 30 anos: entrada gratuita

Bilhetes à venda na BOL e nas lojas Worten, CTT e FNAC e no TSB

Horário de bilheteira física (Teatro Sá da Bandeira) de terça a sexta-feira 11h - 14h

A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Quar. 01 junho às 21h30

Teatro Sá da Bandeira

Qui, 02 Jun
10:30

Sala de Leitura Bernardo Santareno


Literatura/Publicação/Leituras Atividade de Promoção da Leitura com as Escolas Comemorações do Dia Mundial da Criança
LER MAIS
Atividade de Promoção da Leitura com as Escolas

Atividade de Promoção da Leitura com as Escolas

Comemorações do Dia Mundial da Criança

Integrado nas Comemorações do Dia Mundial da Criança – Atividade de promoção da leitura com as escolas: Jardim de Infância de Póvoa de Santarém e Jardim de Infância do Verdelho.

Literatura

Qui, 2 jun às 10h30

Sala de Leitura Bernardo Santareno
Sex, 03 Jun
Sala de Leitura Bernardo Santareno


Conversas "Evolução da estrutura urbana de Santarém Medieval: uma análise macroscópica a partir da localização das necrópoles islâmicas" FÓRUM DE ARQUEOLOGIA SCALABITANA
LER MAIS
2º Fórum de Arqueologia Scalabitana

3_junho às 18h30 | TÍTULO: "Evolução da estrutura urbana de Santarém Medieval: uma análise macroscópica a partir da localização das necrópoles islâmicas"

“Como regra geral, as necrópoles muçulmanas na Península Ibérica localizam-se no exterior do espaço muralhado, em áreas despovoadas ou com baixa densidade construtiva. Durante as últimas décadas, a identificação em Santarém de vários núcleos de enterramentos depositados segundo o ritual islâmico permite realizar um ensaio preliminar em torno da evolução urbana da cidade, entre os séculos VIII e XIII”.

Sala de Leitura Bernardo Santareno
Sex, 03 Jun
14:30

Teatro Sá da Bandeira


14h30 - prioridade público escolar | 21h30 – Público em geral
Teatro/Música Assim Devera eu Ser ESCALA
LER MAIS
Assim Devera eu Ser

No tempo da história da Cigarra e da Formiga, cantar não era profissão, cantava-se para ganhar a vida. Mesmo assim, pobre, Amália-Menina não foi como a Cigarra, em vez de ir à escola, Amália-Formiga-Menina foi bordadeira, bordava linhas e palavras, palavras do mundo do fado, mas também de outros mundos sonoros e musicais, cantava os Poetas, outras vezes cantava-se a si, Amália herdeira da poesia popular de raiz oral. Silêncio que se vai cantar Amália, nas vozes de 3 cantoras dos cantos da voz do Povo: Catarina Moura, Celina da Piedade e Sara Vidal, acompanhadas por Ricardo Silva na guitarra portuguesa.

Ficha Técnica

Intérpretes Catarina Moura (voz), Celina da Piedade (voz e acordeão), Sara Vidal (voz e harpa) e Ricardo Silva (guitarra portuguesa) | Encenação e Dramaturgia José Rui Martins, a partir da biografia “Amália” de Vítor Pavão dos Santos | Consultoria Musical Amélia Muge | Seleção de Poemas e Adaptação Musical Amélia Muge, Catarina Moura, Celina da Piedade, José Martins, Ricardo Silva e Sara Vidal (a partir dos poemas de Amália Rodrigues e cancioneiro tradicional português) | Ilustração e Animação Cátia Vidinhas | Vídeo Eduardo Pinto e Luís Pedro Madeira | Figurinos Cláudia Ribeiro | Produção executiva Sons Vadios | Produção artística Tarrafo – Associação Cultural | Uma encomenda Fábrica das Artes – CCB em co-produção com o Teatro Viriato e o Cineteatro Louletano. | Agradecimentos à Escola da Noite-Teatro da Cerca de São Bernardo, Anagrama-Oficina de Sonhos e Lameirinho

Música/Teatro | Classificação Etária M/3 | Duração 45m | Preço: 2€ criança; 5€ adulto | Descontos: escolas mediante escalão; famílias – gratuito para crianças se acompanhados por 2 adultos

Bilhetes à venda na BOL, nas lojas Worten, FNAC, CTT e no TSB

Sex, 3 jun

14h30 - prioridade público escolar

21h30 - público em geral

Teatro Sá da Bandeira
Sex, 03 Jun
21:30

Fórum Actor Mário Viegas / Centro Cultural Regional de Santarém


Stand Up Comédia ao Centro O Mocinho, João Rosa e Rafael Titonelly
LER MAIS
Comédia ao Centro

“O Mocinho”, Host, ribatejano de Coruche, humorista que conta com 7 anos no ativo, mais de 300 espetáculos em todo o país, onde se destacam a presença no Palco Comédia do NOS Alive em 2015 e a presença no PI100PE em 2020;

João Rosa Luz, 1º comediante, Rafael Titonelly, Headliner, Sucesso no programa Portugal Got Talent, é o artista brasileiro residente em Portugal com maior exposição nos mediado país, sendo destaque em revistas e jornais impressos de Portugal e Espanha, devido suas apresentações na tv e temporadas no teatro.

Mais informações: centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Stand Up | Preço 7€ não-sócios e 5€ sócios

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Sex, 3 jun às 21h30

Fórum Actor Mário Viegas
Sáb, 04 Jun
18:00

Círculo Cultural Scalabitano


Exposição Exposição de Ricardo Gonçalves Inauguração
LER MAIS
Exposição de Ricardo Gonçalves

Inauguração da Exposição de Ricardo Gonçalves

Curadoria Fernanda Narciso

Uma organização: Galeria Círculo - Círculo Cultural Scalabitano

Exposição

Sab, 4 jun.

18h00 - inauguração

Seg a Sex das 15h00 às 20h00

Foyer do Círculo Cultural Scalabitano
Sáb, 04 Jun
21:30

CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas


Música Gala de Entrega de Prémios V Concurso de Acordeão e Guitarra Portuguesa do Conservatório de Música de Santarém
LER MAIS
Gala de Entrega de Prémios

Concurso anual, já uma tradição, que põe à prova a destreza e arte dos jovens no acordeão e na guitarra portuguesa. Concerto pelos músicos convidados e cerimónia de entrega de prémios.

Evento no âmbito da Feira Nacional da Agricultura.

Mais Informações: Tel.: 915 335478 | Email: info.conservatoriosantarem@gmail.com

Música | Duração 01h30

Uma organização: Conservatório de Música de Santarém

Sáb, 4 jun às 21h30

CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas
Qua, 08 Jun
16:00
a Sáb, 25 Jun 2022
13:00

Fórum Actor Mário Viegas / Centro Cultural Regional de Santarém


Comemorações do 25 de Abril Seara Nova Exposição
LER MAIS
Seara Nova

A exposição inclui um percurso histórico da Revista (Documental e Gráfica) e uma série de obras do artista plástico Jorge dos Reis, alusivos à ação e natureza da Censura.

Mais informações: centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Iniciativa inserida nas Comemorações do 25 de Abril em Santarém

Exposição | Patente até 26 jun, segunda a sexta-feira - das 15h00 às 19h00 e sábado – das 10h00 às 13h00

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Qua, 8 jun às 16h00 - Inauguração

Fórum Actor Mário Viegas
Qua, 08 Jun
21:30

Teatro Sá da Bandeira


Cinema/Audiovisual Depois do Amor De Aleem Khan
LER MAIS
Depois do Amor

DEPOIS DO AMOR conta a história de Mary Hussain (Joanna Scanlan), que se converteu ao Islão quando casou. Agora, na casa dos 60, vive pacatamente em Dover,com o marido Ahmed. Após a morte inesperada do marido, ela descobre que ele tinha uma família secreta a 30 quilómetros dali, do outro lado do Canal da Mancha,em Calais. Esta descoberta chocante fá-la ir lá para descobrir mais e, à medida que luta contra o seu sentido de identidade estilhaçado, a sua procura por compreensão tem consequências surpreendentes

Uma organização Município de Santarém em colaboração com o Cineclube de Santarém

Título original: After Love | De: Aleem Khan | Com: Joanna Scanlan, Nathalie Richard, Talid Ariss

Drama | GB, 2020, Cores, 99 min. | M/12 | Preço 5€/2,5€ sócios cineclube; Bilhete jovem (até 30 anos): 1€; Bilhete sócio até 30 anos: entrada gratuita

Bilhetes à venda na BOL e nas lojas Worten, CTT e FNAC e no TSB

Horário de bilheteira física (Teatro Sá da Bandeira) de terça a sexta-feira 11h - 14h

A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Quar. 8 junho às 21h30

Teatro Sá da Bandeira
Sáb, 11 Jun
11:30

Círculo Cultural Scalabitano


Teatro Histórias de Sonho Aqui Há Gato
LER MAIS
Histórias de Sonho

Por Aqui Há Gato irá levar-nos por histórias de encantar, muito divertidas, contadas com muita emoção por Sofia Vieira.

Uma organização: Aqui Há Gato - Círculo Cultural Scalabitano

Histórias

Sáb, 11 jun às 11h30

Teatro Taborda
Qua, 15 Jun
21:30

Teatro Sá da Bandeira


Teatro A Verdade tem Três Bocas Texto original de Hanneke Paauwe
LER MAIS
A Verdade tem Três Bocas

A Verdade tem Três Bocas

A pergunta não é: o que é que gostas de comer?

A pergunta é: o que é que te alimenta?

A pergunta não é: o que é que não gostas?

A pergunta é: o que é que te é indigesta?

Três personagens, três histórias, três versões de uma só verdade:

Uma mãe que dá um pacote de batatas fritas à filha para o pequeno almoço.

Uma filha que vai para a cama com metade de Portugal.

Um pai que constrói uma casa para de seguida a destruir com as suas próprias mãos.

Uma figura enigmática que veste uma t-shirt de Jesus Cristo, vende analgésicos e conta histórias maravilhosas de pica-paus, de árvores bebé e de redenção.

A desgraça, o arrependimento, a crueldade são dados adquiridos. São a dura verdade da condição humana e da convivência das mulheres e dos homens que se encontram por acaso no mesmo espaço e no mesmo tempo e procuram encontrar um sentido para o momento que partilham.

Podes ter fome de amor.

De respeito. Atenção. Consideração.

Podes ter fome de humilhação. Dor. Anestesia.

Podes ter fome de luxo Excitação. Sexo. Sucesso.

De bebida. Aventura. Poder

Podes sentir fome de ter uma família à volta.

De crianças. De significado.

De perdão. Paz. Bem estar.

A morte é uma presença constante neste emaranhado de enredes, de sentidos e de verdades.

Para a vida não há receitas certas, mas há combinações de ingredientes que nos dão sabor, que nos deliciam, que nos confortam, que nos aproximam, que nos alimentam:

Uma mulher que caminha por um bosque de castanheiros onde em cada árvore está gravado o nome de uma mãe, de uma avó, de uma bisavó e das filhas e netas que nasceram dos seus ventres.

Uma filha que corre, não para fugir, não para agradar à sua mãe, mas em busca do amor, da felicidade que é o seu direito.

Um homem que começa percussionista falhado, vira ladrão e acaba cozinheiro, aquele que apanha as lágrimas e as transforma em música.

Graeme Pulleyn

Viseu Maio de 2022

Ficha Artística e Técnica

Texto original Hanneke Paauwe | Tradução Célia Fechas | Encenação Graeme Pulleyn | Interpretação Diana Sá, Filipa Fróis e Ricardo Augusto | Criação e Direção Musical Gonçalo Alegre | Percussão João Doce | Cenografia e Figurinos Cláudia Ribeiro | Assistente de Cenografia e Aderecista Maria Eugénia Cabaggioni | Costureira Isabel Costa | Bordados Anja de Salles | Desenho de Luz Cristóvão Cunha | Consultoria Culinária Rosário Pinheiro | Design de Comunicação, Fotografia e Vídeo Luís Belo | Assessoria de Imprensa e Conteúdos Susana Morais | Produção Cem Palcos | Produção Executiva Guida Rolo | Assistência de Produção Diogo Costa

Teatro | Classificação Etária M/14 | Duração 01h30 | Preço: 7,5€ (verificar descontos)

Bilhetes à venda na BOL, nas lojas Worten, FNAC, CTT e no TSB

Qua, 15 jun às 21h30

Teatro Sá da Bandeira
Sex, 17 Jun
21:00

Círculo Cultural Scalabitano


Teatro Pedaços de Vida Grupo Cénico da SRO
LER MAIS
Pedaços de Vida

O Grupo Cénico da SRO apresenta um espetáculo original, de sua autoria, com vários sketches humorísticos, parodiando cenas atuais da vida real.

Uma organização: Grupo Cénico da SRO – Sociedade Recreativa Operária

Teatro

Sex, 17 jun às 21h30

Teatro Taborda
Sex, 17 Jun
22:00

Convento de São Francisco


Música João Feneja e os Cupidos do Vietname Uma Noite no Convento de S. Francisco
LER MAIS
João Feneja e os Cupidos do Vietname

A Sociedade Recreativa Operária apresenta João Feneja e os Cupidos do Vietname com "Uma noite no Convento de S. Francisco

João Feneja e os Cupidos do Vietname apresentam se em concerto, no coração da cidade Santarém, a 17 de junho com espetáculo ”Uma Noite no Convento de S. Francisco”.

O projecto conta já com um EP e diversos singles lançados. Com toda a irreverência e naturalidade que os caracterizam, João, Rodrigo, Samuel e Nuno, quatro jovens da região, prometem animar a noite num dos palcos mais emblemáticos de Santarém.

Organização: Sociedade Recreativa Operária

Apoio: Município de Santarém

Música | Sex. 17 jun. | 22h00 | Classificação etária M/12 | Bilhetes: 7€ | Convento São Francisco (entrada no Convento até às 21h40)

Bilhetes brevemente à venda na BOL e nas lojas Worten, CTT, FNAC e no TSB

Horário da bilheteira física do Teatro Sá da Bandeira: de terça a sexta-feira das 11h às 14h
Sáb, 18 Jun
17:00

Fórum Actor Mário Viegas / Centro Cultural Regional de Santarém


Comemorações do 25 de Abril Seara Nova Colóquio
LER MAIS
Seara Nova

Colóquio “Seara Nova: 100 anos ao serviço do Pensamento Crítico e da Cultura”

Mais informações: centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Iniciativa inserida nas Comemorações do 25 de Abril em Santarém

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Conversas

Sáb, 18 jun às 17h00

Fórum Actor Mário Viegas
Dom, 19 Jun
16:00

Círculo Cultural Scalabitano


Teatro Espetáculo “Circo Stefanini” Direção Artística António Júlio
LER MAIS
Espetáculo “Circo Stefanini”

Com a participação dos palhaços Pantufa, Branquinho e Cabeça de Nabo, o Circo estará montado no palco e por ele irão circular ilusionista, trapezista, judoca, música de trombone, homem das forças…

Este é um espetáculo diferente onde a cor, a música, a alegria e o riso irão deslumbrar todos os que tiverem a oportunidade de a ele assistir.

Ficha Artística

Direção Artística António Júlio

Mais Informações: 243 321 150 ou circuloscalabitano@gmail.com

Uma organização: Veto Teatro Oficina - Círculo Cultural Scalabitano

Circo

Dom, 19 jun às 16h00

Teatro Taborda
Seg, 20 Jun
15:00
a Sex, 24 Jun 2022
17:00



Conversas Tardes junto à Cisterna Semana cultural
LER MAIS
Tardes junto à Cisterna

À volta da Cisterna do pátio da Casa Madre Luiza Andaluz, usufruímos das tardes longas do solstício de verão, com diferentes atividades culturais a decorrer ao longo da semana: visitas guiadas; feira do livro; música; pintura, conversas com sentido, entre outras.

Mais Informações: www.lacc.pt

Uma organização: Luiza Andaluz Centro de Conhecimento

Multidisciplinar

Seg a Sex, 20 a 24 jun

A partir das 15h00

Casa Madre Luiza Andaluz
Qua, 22 Jun
21:30

Teatro Sá da Bandeira


Cinema/Audiovisual DONBASS De Sergei Loznitsa
LER MAIS
DONBASS

Na região histórica de Donbass, na Ucrânia oriental, apesar da guerra cruel que se desenrola desde 2014 entre as autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Luhansk e o governo ucraniano, o povo tenta sobreviver no coração podre do caos, onde a violência se disfarça de paz, a propaganda torna-se verdade unívoca e o ódio reina em nome do amor.

O realizador Sergei Loznitsa parte deste conflito para nos mostrar o lado absurdo e violento da guerra. Por um lado, Loznitsa conta pequenas histórias sobre os pequenos poderes e sobre os homens que se alimentam deles. Por outro, a violência da guerra irrompe, subitamente, no ecrã, e coloca em causa a nossa própria humanidade.

Cannes 2018 - Un Certain Regard: Prémio Melhor Realização

Uma organização Município de Santarém em colaboração com o Cineclube de Santarém

Título original: Donbass | De: Sergei Loznitsa | Com: Tamara Yatsenko, Irina Zayarmiuk, Grigory Masliuk, Olesia Zhurakivska, Lyudmila Smorodina, Boris Kamorzin, Mikhail Voloshin, Evgeny Chepurnyak, Igor Kirilchatenko, Vladislav Simanko, Alexei Beldei, Yaroslav Bezkorovayny, Elena Khizhnaya, Arsen Bosenko, Thorsten Merten, Oleksandr Techynskyi, Vladimir Lubovsky, Sergei Russkin, Petro Panchuk, Daniil Makarov

Drama, Guerra | Classificação: M/12 | Outros dados: UCR/FRA, 2018, Cores, 122 min. | Preço 5€/2,5€ sócios cineclube; Bilhete jovem (até 30 anos): 1€; Bilhete sócio até 30 anos: entrada gratuita

Bilhetes à venda na BOL e nas lojas Worten, CTT e FNAC e no TSB

Horário de bilheteira física (Teatro Sá da Bandeira) de terça a sexta-feira 11h - 14h

A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Quar. 22 junho às 21h30

Teatro Sá da Bandeira
Sáb, 25 Jun
21:30

Praça Sá da Bandeira


Música Serenata Monumental Centro Cultural Regional de Santarém
LER MAIS
Serenata Monumental

Serenata Monumental pelos Grupos:

Grupo de Guitarra e Canto de Coimbra do CCRS

Grupo Campa Rasa

Grupo de Fado de Coimbra

Mais informações: centro.cultural.regional.santrem@gmail.com

Uma organização: Centro Cultural Regional de Santarém

Música

Sáb, 25 jun às 21h30

Largo do Seminário
Qua, 29 Jun
21:30

Teatro Sá da Bandeira


Cinema/Audiovisual VIEIRARPAD De João Mário Grilo
LER MAIS
VIEIRARPAD

VIEIRARPAD parte da correspondência do casal Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szènes, entre 1932-1961.

As cartas e a intimidade da palavra são pretexto para a exploração de uma visualidade íntima, onde a memória do séc. XX, século de exílios, se articula com a obra plástica de Vieira e Arpad, com elementos iconográficos das suas vidas e arquivos audiovisuais de épocas e geografias distintas, além de vários depoimentos relevantes.

Uma organização Município de Santarém em colaboração com o Cineclube de Santarém

Título original: VIEIRARPAD | De: João Mário Grilo | Com: Luís Lucas, Suzana Borges, Fernanda Lapa e a participação de Jean-François Jaeger, Virginie Duval, Raquel Henriques Da Silva, Fábio Koifman, Paulo Herkenhoff, Frederico Morais e Marina Bairrão Ruivo

Documentário | PT, 2020, Cores, 90 min. | M/12 | Preço 5€/2,5€ sócios cineclube; Bilhete jovem (até 30 anos): 1€; Bilhete sócio até 30 anos: entrada gratuita

Bilhetes à venda na BOL e nas lojas Worten, CTT e FNAC e no TSB

Horário de bilheteira física (Teatro Sá da Bandeira) de terça a sexta-feira 11h - 14h

A bilheteira abre 1 hora antes da sessão

Quar. 29 junho às 21h30

Teatro Sá da Bandeira