Sáb, 18 maio
a Ter, 24 Dez 2019

Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil


Terça - Sábado:
09:00 - 12:30 | 14:00 - 17:30
Exposição URBANIDADE: 150 ANOS DE ELEVAÇÃO DE SANTARÉM A CIDADE
LER MAIS
URBANIDADE: 150 ANOS

Nos últimos 150 anos Santarém procurou acertar o passo com outras cidades médias, no intuito de se afirmar como capital de distrito. Fortemente afetada pelas invasões francesas e pelas lutas liberais, foi-se modernizando ao sabor das novidades comerciais, artísticas, arquitetónicas e culturais do país e do mundo.

Com recurso a objetos, imagens e filmes, a exposição Urbanidade procurará explorar as principais conquistas da jovem cidade, nos domínios do abastecimento e do saneamento público, dos transportes e comunicações, da cultura e do desporto, do ordenamento do território e do urbanismo, da educação e da saúde, dos espaços verdes e equipamentos coletivos e da defesa, segurança e proteção civil, buscando recriar ambiências de um passado ainda bem presente na memória dos seus habitantes, lançando as bases para uma refexão do seu futuro coletivo.

Sáb, 29 Jun
21:30

Praça Sá da Bandeira


Mais informações através do e-mail escala@cm-santarem.pt.
Dança O BAILE ALDARA BIZARRO
LER MAIS
O BAILE

O Baile é um espectáculo de dança que envolve a comunidade. Uma experiência que pretende encenar um baile inspirado nos antigos bailes de Aldeia e de Bairro, habitualmente organizados por coletividades, que tinham música ao vivo e que, na sua maior parte, eram o acontecimento mais importante para o grupo que participava e que o organizava.

Artur Fernandes cria a música do projeto e utiliza o seu instrumento de eleição, o acordeão, compõe a música para o grupo, não só para ser tocada pelo seu trio, ao vivo, mas também por uma banda local de 10 músicos que faça também parte do projeto.

CONCEPÇÃO, DIREÇÃO E COREOGRAFIA Aldara Bizarro | INTERPRETAÇÃO/ CO-CRIAÇÃO Costanza Givone, Isabel Costa, Bruno Rodrigues, Manuel Henriques e Susana Gaspar | CRIAÇÃO MUSICAL Artur Fernandes | INTERPRETAÇÃO MUSICAL Artur Fernandes, (concertina), Marco Figueiredo (piano) e Miguel Calhaz (contrabaixo) | DESENHO DE LUZ Fancisco Tavares Teles | OPERADOR DE LUZ João Teixeira | OPERADOR DE SOM Miguel Dias | VÍDEO Catarina Santos. O Baile é uma iniciativa integrada no programa do Serralves em Festa, realizada em parceria com o Manobras no Porto - Centro Histórico 2011/2012. É uma produção de Jangada com financiamento da DGArtes- apoios bienais 2012.

Ter, 09 Jul 2019
14:00

Teatro Sá da Bandeira

Descontos escolas mediante escalão;
Famílias: gratuito para crianças se acompanhados por 2 adultos

Mais informações através do e-mail escala@cm-santarem.pt
Teatro/Música PARA VÓS ESCALA
LER MAIS
PARA VÓS

Para os meus avós. Mais especifcamente sobre as minhas avós. Para todos os avós ou para todos nós, que um dia, talvez, seremos também avós. Para os avós dos meus flhos (como seria o mundo se tivéssemos crescido todos sem avós?) Para a voz. Para a minha voz. Que se lance, que se solte, e talvez em alguma primavera, foresça. Para as vozes que se não falam agora serão, talvez, esquecidas para todo sempre. Para Vós é um solo coral sobre o lugar onde vivem as memórias. É um espectáculo sobre raízes. Sobre a voz humana que é ancestral. Sobre histórias de outros tempos que não estão escritas nos livros, mas semienterradas em algum lugar recôndito da nossa memória. Sobre o que é intemporal. Sobre os mistérios do sangue. Este é um espectáculo sobre os meandros da memória. Sobre as memórias das minhas avós ou mais exatamente sobre a minha memória das memórias delas.

Cláudia Andrade, diplomada em Interpretação/Teatro do Gesto pela Escola Estudis de Teatre (Barcelona), e mestre em Teatro e Comunidade pela ESTC (Escola Superior de Teatro e Cinema). Trabalha como actriz desde 1993 em diversos projetos com o Teatro do Vestido, Útero, Teatro Meridional, Teatro da Cornucópia, o Trigo Limpo teatro ACERT, companhia da Esquina, Quarto Período-o-do-Prazer, o Teatro do Morcego, o Téâtre de la Mezzanine, Cia Jordi Bertrán, Próxima Estação, Companhia Limitada, entre outros.