Convento de São Francisco

A sua fundação remonta a 1242, integrando-se na corrente “mendicante”, visível na amplitude do espaço, vãos altos assentes em pilares finos e ornamentação escultórica rara e sóbria. O edifício possui na sua estrutura sinais marcantes das várias épocas, do gótico ao barroco, passando pelo manuelino e renascença. Do período inicial restam boa parte da volumetria e os elementos estruturais mais importantes.

Ao longo dos séculos o mosteiro foi sucessivamente alterado por novas campanhas artísticas, como no claustro, na transformação radical do cruzeiro e em diversas capelas do interior da igreja, das quais restam elementos decorativos de grande qualidade, como o arco renascentista da Capela de Santa Ana ou a traça maneirista da Capela das Almas, panteão dos Meneses e obra do arquiteto Pedro Nunes Tinoco. Na nave central, encontra-se o coro alto, patrocinado pelo rei D. Fernando para albergar o seu próprio túmulo e o de sua mãe, D. Constança (séc. XIV). Esta estrutura é marcada por um exuberante programa decorativo que contrasta com a simplicidade do resto da igreja gótica.


Rua 31 de Janeiro, 2000-014 Santarém | 243 304 438 | geral@cm-santarem.pt
Horário de Verão: 10:00 - 19:00 | Horário de Inverno: 10:00 - 18:00
Encerra segunda e feriados (excepto feriado municipal)


 Ver mapa  Obter Direções
PRÓXIMOS EVENTOS
Sáb, 15 Abr
21:30

Convento de São Francisco


Música TONS DE ABRIL Concerto com Banda e Coro
LER MAIS
TONS DE ABRIL

TONS DE ABRIL, Concerto com Banda e Coro

Maestro Miguel Galhofo e Coro Associação Cultural Cantar Nosso

Música / Sáb, 15 abr / 21h30 / Convento São Francisco / Classificação Etária M/6 / Duração 90 min.

Preço: 2€ (preço único)

Sinopse

O ano de 2023 assinala os 49 anos do 25 de Abril de 1974.

Durante a época de opressão, muitos foram os que tentaram exprimir a sua oposição ao regime através da música e da poesia. No entanto, muitas das suas obras foram censuradas.

O “Cantar Nosso”, em parceria com o projeto “Tons de Abril”, pretende assim abordar alguns desses nomes através da palavra declamada e cantada.

Lembramos neste evento, no ano em que se comemora o 40º aniversário do seu último concerto ao vivo, o grande José Afonso.

Trata-se de um espetáculo abrangente, onde a poesia, o canto e a música de mãos dadas nos farão reviver o melhor da música e da poesia escrita por muitos portugueses antes e depois da Revolução dos Cravos, sobre as ideias de liberdade e solidariedade e contra a ditadura.

Não há palavras para elogiar estas letras, estas músicas e estes autores, alguns vivos, mas outros que já não estão na nossa companhia e é pena porque poucos talentos existem. A melhor forma de homenagear os grandes músicos é tocá-los e cantá-los.

Que a História não nos deixe esquecer estas vozes nem os acontecimentos que as inspiraram e envolveram.

Em palco, cerca de quarenta coralistas, um ensemble instrumental composto por Piano, Guitarra, Baixo, Percussão e Sopros sob a direção de Miguel Galhofo.

Fotografia: Luís Carmo

>> Inserido no programa das Comemorações do 25 de Abril

Teatro Sá da Bandeira

Horário de Abertura ao público: 3ª a 6ª feira – 10:00 às 12:00 / 14:00 às 16:00

Nos espetáculos a realizar em horário de encerramento, a bilheteira abre 1 hora antes

Encerrado ao Sábado, Domingo, Segunda-feira e Feriados

Fora do horário de abertura ao público, a venda e reservas de bilhetes é possível através da plataforma online – BOL e nas lojas Worten, CTT e FNAC

Contactos:

T. 243 309 460 | teatrosabandeira@cm-santarem.pt